Qual a diferença entre medicina e biomedicina?

Embora ambas sejam da área da saúde e tenham algumas características similares, existem muitas diferenças entre medicina e biomedicina. Isso porque, mesmo havendo formas de interação das duas profissões, o campo de atuação do médico e do biomédico é diverso.

Você está em processo de decisão sobre sua carreira e quer saber quais são as diferenças entre medicina e biomedicina? Continue a leitura e veja mais!

O curso de medicina

O curso de medicina tem duração mínima de 6 anos, período para a formação de um médico generalista. A especialização é um período adicional de, no mínimo, 2 anos. Sempre muito concorrido, o curso de medicina exige muito do estudante, com aulas em tempo integral e atividades práticas associadas à bastante teoria.

Os primeiros anos de estudos são focados na anatomia e fisiologia do organismo e na dinâmica de todas as doenças. Estágios supervisionados acontecem no decorrer do meio do curso e, ao fim, o médico começa a atuar efetivamente como profissional, diagnosticando doenças e tratando pacientes no período de residência.

O médico é formado para restabelecer a saúde de seus pacientes, identificando os sintomas e buscando o diagnóstico das doenças, além de atuar com a prevenção. Ele costuma exercer a profissão em hospitais, clínicas, consultórios. Somente um médico tem a permissão para prescrever medicamentos e realizar cirurgias.

O curso de biomedicina

O curso de biomedicina tem duração de 5 anos e, na Barão de Mauá, as aulas são em período noturno.  A base teórica começa com muito conteúdo de biologia e, assim como em medicina, o estudo inicial é voltado para anatomia e fisiologia do organismo.

Após essa primeira etapa, o aluno aprende técnicas de pesquisa, por meio do estudo de exames e práticas laboratoriais. A grade curricular dos cursos, portanto, é mais uma diferença entre medicina e biomedicina.

O profissional graduado em biomedicina realiza atividades de pesquisa e investigação. Seu trabalho é estudar, identificar e classificar microrganismos que causam doenças, contribuindo, assim, com o trabalho do médico no tratamento dos pacientes, bem como no desenvolvimento de medicamentos e vacinas para tratar e prevenir esses males.

O campo de atuação para o biomédico é muito amplo. O profissional pode atuar:

  • com análises clínicas, em laboratórios ou hospitais;
  • com avaliações ambientais, especialmente de ar, água e esgoto;
  • em indústrias químicas e biológicas, na elaboração de medicamentos, vacinas e reagentes;
  • com diagnóstico por imagem;
  • entre outros campos.

Há possibilidade, ainda, de se envolver com genética; biologia molecular, atuando nos processos de fertilização para reprodução humana e animal; e análises bromatológicas, estudando propriedades dos alimentos.

Áreas diferentes, mas complementares

Mesmo com tanta diferença entre medicina e biomedicina, as áreas são complementares de muitas formas. O médico faz o levantamento de uma série de informações pertinentes para o biomédico, fornecendo dados para pesquisa e desenvolvimento de muitos projetos. Além disso, ele gera demanda para o profissional, especialmente na solicitação de exames de análises clínicas.

Por sua vez, o biomédico contribui para o bom desempenho do trabalho médico, fornecendo os resultados de exames clínicos, que contribuem para o diagnóstico de doenças. Além de todo o desenvolvimento de vacinas e medicamentos que permitem ao médico atuar no tratamento e prevenção de doenças.

A carreira médica no Brasil é muito valorizada e costuma garantir uma boa remuneração. No entanto, exige muita dedicação do profissional, desde o momento de preparação ao vestibular, já que é um curso bastante concorrido.

Para o biomédico a entrada na universidade costuma ser mais tranquila, o curso é mais curto e com aulas em meio período. A remuneração pode ser menor que a remuneração de um médico no geral, mas existe um mercado de atuação muito amplo e em constante expansão.

Agora que você entendeu a diferença entre medicina e biomedicina, fique ligado: siga nossa página no Facebook e acompanhe outras novidades voltadas para sua formação e carreira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *