Pretende morar em república? Confira 5 dicas para se adaptar!

Muitas vezes, para cursar uma faculdade, é necessário uma mudança de cidade. Nesses momentos, morar em república torna-se uma alternativa para muitos estudantes, especialmente pela praticidade e da economia.

Entretanto, a adaptação nem sempre é fácil, já que é necessário dividir a casa com diversas pessoas até então desconhecidas. Se essa for a sua escolha, acompanhe nosso post e conheça algumas dicas para se adaptar a esse estilo de vida!

1. Cumpra as regras da casa

Quando você for morar em república, possivelmente a casa já vai possuir uma série de regras estabelecidas pelos moradores que chegaram primeiro. Portanto, antes de escolher o lugar para ficar, é importante conhecer as normas, para saber se está de acordo com elas.

E depois, quando já for um morador do espaço, cumpri-las. Afinal, elas existem por alguma razão e buscam tornar a convivência entre todos melhor e mais justa. Se você desrespeitá-las, corre o risco de se indispor com os seus colegas e, até mesmo, em casos mais graves, ser despejado. 

2. Seja proativo nas tarefas cotidianas

A maior parte das repúblicas possui uma divisão de tarefas domésticas estabelecida conforme cronograma acordado por todos os moradores. Além dos afazeres mais complexos (como varrer e passar pano na casa ou lavar a louça), existem uma série de obrigações cotidianas que exigem proatividade e organização.

Trocar o pano de prato, retirar o lixo e não deixar os sapatos jogados pela casa são apenas alguns dos serviços que, muitas vezes, são esquecidos e acabam sobrecarregando uma pessoa — que necessita de tempo para estudar. Por isso, seja proativo e se disponha a realizar essas tarefas, para que a divisão seja justa. 

3. Respeite o espaço e a privacidade dos outros moradores

Ao morar em república, muitas vezes, a sensação é de que você não tem mais privacidade ou espaço pessoal, já que são muitas pessoas dividindo um mesmo lar. Isso ocorre principalmente se o quarto for compartilhado. 

Mas com um pouco de respeito é possível ter essa divisão de espaço. Lembre-se que a casa não é somente sua e que, por isso, você deve evitar alguns hábitos, como andar de toalha pela casa ou deixar os espaços comuns bagunçados e cheios de livros jogados.

É muito importante também entender que embora a residência seja compartilhada, os pertences de cada pessoa são individuais. Não use nada que não for seu, ao menos que tenha autorização para isso.

4. Busque se enturmar com os colegas

Alguns dos melhores amigos que você fará nessa época são os colegas da república. Afinal, vocês não dividem somente uma casa, mas também muitos momentos, sejam eles alegres ou tristes. Por isso, se esforce para que essas pessoas se transformem em seus amigos. 

Procure ocupar os espaços comuns da casa em vez de estar sempre trancado no seu quarto. Também tente promover alguns eventos sociais, que podem servir para você se enturmar. Além disso, seja sempre simpático, divertido e agradável, pois isso fará toda a diferença. 

5. Tenha atenção aos prazos das contas

Além de todas as questões que já mencionamos aqui, vale a pena dar uma dica bônus: atente-se aos prazos das contas. Para morar em república, possivelmente você repassará um valor para a pessoa responsável por pagar os gastos da casa, como luz, aluguel e internet.

Então, honre com os seus compromissos e seja pontual com a data do pagamento. Atrasos podem incidir em multas e juros, que prejudicam todos os moradores da casa. 

A faculdade é a melhor fase da vida para muitas pessoas. E para aproveitá-la bem, você precisa estar confortável não só nos estudos, mas também na sua vida pessoal, o que envolve a moradia. Por isso, se for morar em república, tente aproveitar essa oportunidade e encará-la como uma grande chance de fazer amigos. 

Gostou das nossas dicas para se adaptar a morar em república? Então, curta a nossa fanpage no Facebook e fique por dentro de outras questões interessantes sobre a vida universitária!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *